Noticias


Um jovem foi morto no início da tarde da última quinta-feira (14) por um segurança de um hipermercado, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O funcionário do estabelecimento estrangulou o rapaz, que morreu após duas paradas cardiorrespiratórias.

O jovem, de 19 anos, teria agredido o segurança e tentado roubar sua arma, segundo a equipe terceirizada de vigilância da rede de hipermercados Extra. A versão foi confirmada pela assessoria da empresa, durante uma apuração preliminar. A polícia, no entanto, não confirmou a informação.

Um dos clientes do mercado filmou o momento em que o segurança aplica o golpe conhecido como “mata-leão”. As pessoas no local pedem para que o funcionário terceirizado pare, mas outros membros da equipe de vigilância apenas tentam impedir a gravação.

O Corpo de Bombeiro socorreu o jovem, que foi levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, ainda na Barra da Tijuca, mas não resistiu aos ferimentos.

O segurança foi levado até a 16ª DP (Barra da Tijuca) e posteriormente à DH-Capital (Delegacia de Homicídios). Após pagar a fiança, foi libertado e responderá por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Em nota, o Extra afirmou que a rede repudia qualquer tipo de violência em suas lojas e disse estar contribuindo com as autoridades para o aprofundamento das investigações (confira a íntegra da nota abaixo).

O advogado da empresa de vigilância disse que “em momento algum ele [o segurança] segurou pelo pescoço a vítima ou deu o famoso “mata-leão”.

Nota do Extra:

“A rede esclarece que repudia veemente qualquer ato de violência em suas lojas. Sobre o fato em questão, a empresa já abriu uma investigação interna e constatou de forma inicial que se tratou de uma reação a tentativa de furto a arma de um dos seguranças da unidade da Barra da Tijuca. Após o indivíduo ser contido pelos seguranças, a loja acionou a polícia e o socorro imediatamente. A empresa já abriu um Boletim de Ocorrência e está contribuindo com as autoridades para o aprofundamento das investigações.”

Fonte: R7


Cada vez mais ligadas às demandas ambientais e sociais relacionadas ao setor agrícola, as produtores rurais Ivanir Pradella, Grasiela Bergamaschi e Luciana Kappes, representando o Núcleo das Mulheres do Agro do Oeste da Bahia, integraram a comitiva da Cooperfarms que esteve recentemente no Paraná para participar de um intercâmbio de boas práticas cooperativistas.

A agenda incluiu visita à três cooperativas paranaenses e à maior feira agrícola daquele Estado: a Copavel. Na pauta de discussões, temas importantes como o engajamento das famílias em prol da otimização dos negócios e a verticalização da cadeia produtiva. Além dos debates, elas puderam conhecer modelos de sucesso de gestão e planejamento. O grupo voltou para casa com a bagagem “recheada” de boas ideias a serem implantaras na região Oeste, a exemplos de ações socioambientais e educativas que beneficiam as comunidades inseridas.

 

Fonte: Ascom Aiba


A tarde dessa quarta-feira (13) foi de meditação e relaxamento para os pacientes que fazem acompanhamento no Ambulatório do Programa de Fibromialgia da Secretaria de Saúde em Barreiras. A nova metodologia no atendimento, faz parte das terapias integrativas que compõem a rede do Sistema Único de Saúde (SUS), como procedimentos terapêuticos que auxiliam no tratamento de algumas síndromes.

Desde que foi aberto em agosto de 2017, o Ambulatório do Programa de Fibromialgia oferece atendimento diferenciado aos pacientes que sofrem com essa síndrome todas as quartas-feiras no Centro de Saúde Leonídia Ayres de Almeida, no bairro Morada Nobre, com o apoio dos profissionais de psicologia, nutrição, educação física, medicina reumatológica e medicina osteopática.

Comum em pessoas que sente dores por todo o corpo durante longos períodos, com sensibilidades nas articulações, nos músculos e até em tecidos moles, a Fibromialgia está diretamente ligada à fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade. Pensando na contribuição que a prática das terapias, reiki e a meditação oferecem ao grupo, o terapeuta integrativo, Renilson Freitas Júnior, realiza técnicas de controle de respiração e da mente.

“Nossa mente muda quando damos comandos, assim, a meditação nesse processo com os pacientes de fibromialgia dará mais equilíbrio, porque além das dores que normalmente sentem devido à severidade da síndrome, também existem as consequências do mundo moderno, então, tudo isso prejudica o funcionamento do corpo. Na meditação, eles aprendem a esvaziar um pouco a mente e focar no bem estar e na saúde, e a resposta é o equilíbrio do corpo, da respiração, dos batimentos cardíacos e até hormonais. O exercício de esvaziar a mente é realizado com orientações direcionadas, música para relaxar e outras técnicas que diminui o excesso de pensamentos negativos”, explicou.

A moradora do Loteamento São Paulo, Selma Rodrigues, participa do grupo de Fibromialgia há três anos, e relata que tinha dificuldade em controlar a respiração devido fortes dores frequentes no quadril, agora no segundo encontro da prática da meditação, conseguiu controlar a respiração, o que aliviou um pouco suas dores.

“Antes dessas novas intervenções disponibilizadas pela Secretaria de Saúde, não conseguia controlar minha respiração e as minhas dores. Estou satisfeita com a atenção que estamos tendo, poder sentar e sentir meu quadril tocar no chão é maravilhoso”, disse.

De acordo com o secretário Anderson Vian, para participar do Programa de Fibromialgia, o paciente precisa ser encaminhado pela Atenção Básica após a consulta médica atestando a doença para o início do acompanhamento e tratamento.

“O SUS está reconhecendo essas terapias integrativas, como ações de promoção e intervenção à saúde, dessa forma, estamos inserindo essas novas metodologias na rede municipal de saúde, auxiliando a medicina clássica. Começamos com o grupo de Fibromialgia e estenderemos também para outros grupos alvos na rede de saúde no município, que precisam desse auxílio no tratamento das dores crônicas”, ressaltou.

Confira as fotos:

Fonte: Prefeitura de Barreiras


Oito funcionários da Vale foram presos, na manhã desta sexta-feira (15), em investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho, na Grande Belo Horizonte. A operação ocorre em Minas Gerais, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Segundo o Ministério Público, a ação visa “apurar responsabilidade criminal pelo rompimento de barragens existentes na Mina Córrego do Feijão, mantida pela empresa Vale, na cidade de Brumadinho.”

Segundo o MP, os oito presos são funcionários da mineradora, sendo quatro gerentes (dois deles, executivos) e quatro integrantes de áreas técnicas. São eles: Joaquim Pedro de Toledo, Renzo Albieri Guimarães Carvalho, Cristina Heloíza da Silva Malheiros, Artur Bastos Ribeiro, Alexandre de Paula Campanha, Marilene Christina Oliveira Lopes de Assis Araújo, Hélio Márcio Lopes da Cerqueira e Felipe Figueiredo Rocha.

Um dos alvos da operação, Alexandre de Paula Campanha, foi preso em casa, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Em depoimento à polícia, o engenheiro Makoto Namba , que trabalha para a TÜV SÜD, disse que se sentiu pressionado por Campanha a assinar o laudo de estabilidade da barragem de Brumadinho. “A TÜV SÜD vai assinar ou não a declaração de estabilidade?”, teria dito Campanha.

Namba disse à PF ter respondido que a empresa assinaria o laudo se a Vale adotasse as recomendações indicadas na revisão periódica de junho de 2018, mas assinou o documento.

Ainda segundo Namba, que chegou a ser preso com outro funcionário da empresa e três da Vale em 29 de janeiro, “apesar de ter dado esta resposta para Alexandre Campanha, o declarante sentiu a frase proferida pelo mesmo e descrita neste termo como uma maneira de pressionar o declarante e a TÜV SÜD a assinar a declaração de condição de estabilidade sob o risco de perderem o contrato”.

Prisões:

As primeiras informações são de que 12 mandados de busca e apreensão e oito de prisão estão sendo cumpridos. Os mandados seriam para oito funcionários da Vale.

Campanha foi citado em um dos depoimentos dos engenheiros da empresa alemã TÜV SÜD contratados pela Vale.

Segundo as investigações, ele teria pressionado os engenheiros para assinar o laudo que atestava estabilidade da barragem, que se rompeu em Brumadinho, sob o risco de perder o contrato.

Fonte: G1


O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta quinta-feira (14) que a nova reforma previdenciária estabelecerá idades mínimas de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens.
Em reunião com a equipe econômica, ficou estabelecido que haverá um período de doze anos de transição para se chegar aos pisos para recebimento da aposentadoria. A confirmação foi feita pelo secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho.
Segundo ele, a equipe econômica defendeu uma única idade mínima para homens e mulheres de 65 anos, o que foi recusado pelo presidente. A expectativa é de que na próxima quarta-feira (20) o presidente assine o texto e, no mesmo dia, ele seja divulgado publicamente e enviado à Câmara dos Deputados.
Fonte: Bahia Notícias


Em 2018, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) executou 7.322 novas ligações de água nas cidades do Oeste da Bahia, levando água tratada e de qualidade para cerca de 30 mil pessoas. Com 2.546 novas ligações de água, Luís Eduardo Magalhães lidera entre as cidades da região com maior quantidade de acréscimos de ligações; seguido de Barreiras, com 1.361 novos imóveis atendidos. Na zona rural, destaque para o atendimento da empresa às localidades do Javi, distrito de Muquém do São Francisco; Taguá, de Cotegipe, e Santo Antônio, de Canápolis.

O gerente regional da Embasa, Francisco Araújo Andrade, explica que a empresa vem mantendo a média no avanço de atendimento a novos imóveis nas cidades atendidas pela empresa na região. “Houve um incremento de novas ligações de água, ao absorver novos loteamentos e residenciais, o que garantiu um maior acréscimo de ligações de água em Luís Eduardo Magalhães, por causa dos residenciais Luar do Cerrado e Jardim das Oliveiras”, afirma. Nos últimos cinco anos – de 2013 a 2018 – a Embasa executou 34.711 novas ligações de água na região.

Em andamento – 

Com recursos do Fundo Estadual de Combate à Erradicação da Pobreza (Funcep), a Embasa está investindo cerca de R$ 5.336 milhões para beneficiar cerca de 3,3 mil moradores das localidades do Barrocão de Cima e de Baixo, Gameleira, Bebedouro e Passagem Funda. Para 2019, também deverão ser entregues a construção de um sistema de abastecimento no distrito do Sítio do Rio Grande, em São Desidério, um investimento de R$ 1,1 milhão que vai beneficiar 1,8 mil habitantes, e a extensão de rede para atender as localidades de São José, Juaí e Poço do Meio, na zona rural de Mansidão, um investimento de R$ 1,6 milhão que vai garantir água tratada para 2 mil pessoas.

Fonte: Ascom Embasa


Já na contagem regressiva para a abertura oficial da maior Feira de Tecnologia Agrícola do Norte e Nordeste do País, o produtor rural Luiz Pradella e a coordenadora do evento, Rosi Cerrato, deram a “largada” nesta segunda-feira (11), com a entrega do convite oficial ao prefeito da cidade-sede do evento, Oziel Oliveira, e da deputada estadual, líder da bancada ruralista na Assembleia, Jusmari Oliveira, que cogitou realizar, na Feira, uma sessão itinerante da Comissão de Agricultura.

Ao receberem os convites, os parlamentares confirmaram presença e apoio irrestrito à edição mais esperada da Feira, quando ela completa 15 anos.

A reunião aconteceu no gabinete do prefeito, em Luís Eduardo Magalhães.

Fonte: Ascom Bahia Farm Show


Para comemorar os 57 anos de emancipação política do município de São Desidério, a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SECULT) preparou uma programação especial para celebrar o aniversário.

A programação será realizada entre os dias 22 e 23 de fevereiro. No dia 22, sexta-feira, data oficial do aniversário do município, será realizado o Ecobike Masculino, evento esportivo com largada às 7h30 da Praça Abelardo Alencar passando por alguns povoados e chegada às 17 horas na sede da cidade.

No dia 23 estão previstos Aulão de Capoeira a partir das 19 horas na Praça Abelardo Alencar e às 21 horas, também na praça, shows musicais com animação das atrações Samba Hiit, Renan Felipe e o cantor Vinny Nogueira.

Ascom SD

Mais informações:

Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SECULT)

(77) 3623-2046

Ascom (77) 3623-2119/9 9810-2534


A semana pedagógica 2019 da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), ocorreu entre os dias 04 e 08 de fevereiro, com uma vasta programação. O tema “A orientação e o embasamento da Práxis Educativo-Coletiva para a consideração da pessoa do estudante”, trouxe diversas oportunidades para a discussão, entre professores e diretores, sobre humanização no processo aprendizagem-ensino.  O evento destacou também o debate sobre o que é coletivo no âmbito educacional, produção e apropriação do conhecimento e dos rumos que o ensino superior tem tomado nos últimos anos.

“A FASB se mantém, desde a fundação, que completa 20 anos, em um processo de evolução permanente, tanto na parte física, quanto na pedagógica. Além do trabalho contínuo da construção de novos laboratórios, inovamos com a construção de um espaço apropriado para conversas individualizadas sobre o aprendizado, relações interpessoais e institucionais, onde o estudante poderá receber um apoio ainda maior da instituição. A FASB nasceu pequena, mas à medida que as demandas foram aparecendo, nós procuramos atender a esse fluxo e, hoje, estamos antecipando as soluções. É um trabalho de vanguarda na região”, disse Tadeu Sérgio Bergamo, diretor-presidente do Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras – Iaesb, entidade mantenedora da FASB em um dos encontros da Jornada.

Um dos organizadores da Semana Pedagógica, o coordenador do Programa de Acompanhamento ao Docente (PAD), Vandré Vilela, enfatizou a importância do tema da Jornada na preparação dos alunos para os desafios da profissão. “O nosso trabalho pedagógico é baseado na temática da humanização, no qual nós temos uma instrumentalização, com algumas fases. O aluno vai se deparar com instrumentos que vão facilitar o entendimento dele sobre essa maturidade cultural, no ambiente do ensino superior. É uma preparação para melhor desenvolvimento no âmbito acadêmico, que vai se refletir no mercado de trabalho, onde o egresso, já formado, poderá aplicar todo o conteúdo que aprendeu aqui na faculdade”.

Marden Lucena, assessor especial da Iaesb, falou dos sinais positivos que tem recebido, relacionados à aplicação do método que confere ao método de ensino um caráter humanizador. “Esse aspecto tem nos guiado, dentro da proposta pedagógica da FASB, e torna-se mais claro devido ao feedback que temos recebido. Estamos propondo, há algum tempo, um conteúdo ético e científico para a educação, e isso se condensa numa perspectiva de humanização. Nós estamos desenvolvendo conteúdos próprios, como a Mina de Saberes. Estamos provocando os professores, no bom sentido, para que, a partir do conhecimento que eles têm, se sintam encorajados a elaborar esses conteúdos. Não podemos medir o conhecimento dos nossos alunos apenas por meio de provas”, opinou.

Ano Letivo: O início das aulas em 2019 na Faculdade do Oeste Baiano acontece nesta segunda-feira (11), com o uma programação especial de acolhimento de novos e antigos acadêmicos. Completando 20 anos de atuação neste ano, a FASB é referência em qualidade de ensino superior em todo o Oeste da Bahia.  Todos os anos, os cursos da instituição entram na lista dos melhores do País, segundo ranking do Guia do Estudante, da Editora Abril. Os cursos da instituição são autorizados e credenciados pelo Ministério da Educação (MEC) e disponibilizam modernos laboratórios e salas de aulas climatizadas com acesso aos recursos audiovisuais. 

 Araticum Comunicação – 12/02/2019

Informações para a Imprensa:


Na última sexta-feira, 08 o prefeito Zé Carlos acompanhado dos secretários de governo e vereadores entregou 02 casas na comunidade de Manoelzinho e outras 03 casas e um sistema de abastecimento de água em Lagoa do Eduardo. A construção das casas é uma iniciativa do Programa Municipal Casa Bela, custeado com recursos próprios.

Dona Nely Maria da Cruz moradora de Lagoa da Eduardo foi umas das contempladas pelo programa. “Eu sempre morei em casa de palha e tinha o sonho de ter uma casa nova, e agora o meu sonho se realizou. Agradeço muito a este governo que enxergou a gente nesta situação e melhorou a nossa vida. Estou muito feliz”, disse.

Gratidão é a palavra que resume, segundo a moradora Sirlene Ferreira que também recebeu a casa. “Antes a gente dormia junto com as cobras, caranguejo e hoje recebo uma casa novinha. Vou poder dar segurança e conforto para meus filhos. Que Deus abençoa o nosso prefeito para continuar trabalhando e ajudar outras pessoas que também estão precisando. Parece que estou vivendo um sonho”, falou emocionada.

Para o prefeito Zé Carlos a cada entrega de casas populares a satisfação só aumenta. “Quando o dinheiro público é bem investido, dar para transformar a realidade de muitas pessoas. Quando acompanhamos de perto a vida desses moradores, percebemos que o mundo precisa de mais humanidade, a alegria desse povo significa esperança e sonho realizado. Agradeço a Deus por ter a oportunidade de poder estar transformando vidas, realizando sonhos. Vamos continuar levando condições de vida, com moradias dignas, conforto e segurança, além do direito da água em suas casas, a principal fonte de vida”, relatou.

Texto: Diego Souza

Fotos: Lucas Ribeiro/ Ascom SD 

Publicidade